Amazonas, 20 de outubro de 2017

Representatividade do Sincor

Por que me associar a essa instituição? Por que devo pagar essa contribuição e/ou essa taxa? O que eu ganho com isso? … –Esses são questionamentos que sempre ouvimos, principalmente quando chegam os boletos de cobrança. Eu confesso que, por muitas vezes, fiz essas perguntas. Não podemos, no entanto, perpetuar uma opinião ou um sentimento negativo sem acompanhar as mudanças e sem considerar os fatos contemporâneos. Concordo que quando não há valores a considerar, benefícios a usufruir, e representatividade que garantam certa tranqüilidade profissional não tem o porquê alimentarmos essa parceria. É natural, porém que numa época em que muitas instituições estão envolvidas em escândalos as pessoas ficam mais atentas aos valores institucionais. É preciso que saibamos que nem todas são assim, e mesmo aquelas que no passado nunca fizeram muita coisa, devem ser impulsionadas a se transformarem naquilo que cada um espera que ela seja, mas para isso somente os seus afiliados podem fazer. Algumas amarras devem ser deixadas de lado, principalmente a política e o individualismo.

Logo que nos registramos e passamos a atuar profissionalmente pertencemos a uma categoria profissional e para tanto, respondemos civilmente por todos os atos, tanto como pessoa física como pessoa jurídica. Estamos sujeitos a reclamações de clientes, procom, ações judiciais e problemas de todas as ordens, e estes envolvem seguradoras, oficinas, reguladoras de sinistros, vistoriadoras e etc. Juntando-se a isso há as questões dos exorbitantes impostos, dos problemas trabalhistas, e muito comum, da concorrência desleal.

Ao enfatizar tudo isso, e respondendo as questões do início do texto, submeto como exemplo a nossa instituição “Sincor”, pela qual em apoio as ações da federação (FENACOR), que se conseguiu a inclusão da nossa categoria profissional no “Simples Nacional” e com isso muitas corretoras de seguros puderam se reestruturar, reduziram os impostos e aumentaram o número de funcionários. Com o apoio do Sincor a Escola Nacional promoveu e promove a habilitação de corretores de seguros, e inclusive já retiraram muitos da informalidade. Para ajudar no nível de conhecimento profissional a instituição promove um Fórum de Seguros anualmente e incentiva a ida dos corretores a congressos em outros estados. Disponibilizamos também, gratuitamente, especialmente aos corretores de seguros várias palestras presenciais de alto nível e com temas atuais. Há várias parcerias locais com diversas instituições de lazer, de ensino, jurídico, contábil, de consumo e outras. Através das Convenções Coletivas promovemos melhorias dos benefícios e garantimos os direitos trabalhistas.

Não há outra instituição que melhor represente o profissional corretor de seguros que o SINCOR, pois é esta que ajuda a fortalecer o mercado, que faz o corretor ser ouvido e ser visto. Que defende os seus interesses e proporciona condições diferenciadas. Portanto, se associar é preciso e necessário. As conquistas só de dão quando toda a categoria está unida e apóia a instituição que a representa para que esta cumpra o seu papel representativo. Nesse sentido se destacam, também, outras instituições parceiras que ajudam nas grandes batalhas, diga-se FENACOR e FUNENSEG, excepcionalmente.

Jair Antônio Martins Fernandes

Presidente

SINCOR AM/RR